Material não restrito à psicólogos

Descrição
A Escala de Avaliação de Disfunções Executivas de Barkley (BDEFS) avalia os possíveis déficits das Funções Executivas (FE) nas atividades do cotidiano em adultos. Estes processos são responsáveis por orientar, direcionar e gerenciar funções cognitivas. O termo FE representa um construto que inclui uma coleção de funções inter-relacionadas que são responsáveis por um comportamento intencional, dirigido para objetivos e de resolução de problemas.

As funções avaliadas nesta escala são:
* Organização e resolução de problemas;
* Autocontrole;
* Automotivação;
* Autorregulação de emoções.

A escala também permite correlacionar as respostas do examinando com o TDAH, e pode sugerir ao examinador que aquele respondente possui sintomas, e necessita ser avaliado mais profundamente.

Russell A. Barkley, é um dos pesquisadores mais renomados e associados as funções executivas e à relação dessas com o quadro de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), e é o autor dessa escala, lançada nos EUA em 2011. O teste foi adaptado para a população brasileira por Leandro Fernandes Malloy-Diniz, Paulo Mattos e Victor Godoy.

Público-Alvo
O instrumento é destinado à indivíduos entre 18 e 70 anos de idade.

Contexto
Clínico, Organizacional e Neuropsicológico

Aplicação
Pode ser efetuada de forma individual ou coletiva, sendo que o processo de resposta pode variar de 15 a 20 minutos na versão longa e cerca de 5 minutos na versão curta, não havendo tempo limite para completar a escala.
(ver mais informações em HTS-5)
 

Existem 2 versões de formulários:
A versão longa é composta por 89 itens, e objetiva uma análise mais detalhada;
A versão curta possui 20 itens, e é muito útil para as demandas de rastreio, reavaliação e avaliação inicial em contextos breves, como hospitais e empresas.

Normatização
A amostra foi composta por 1.295 casos de participantes de todas as regiões, com escolaridade mínima de ensino médio completo e idade variando entre 18 e 70 anos, com média de 34,42 anos (DP = 12,33).

Buscou-se investigar se grupos apresentam diferenças nas medianas dos escores das subescalas, escore total, índice de Sintomas de TDAH e índice de sintomas disexecutivos da BDEFS. Esse procedimento foi adotado para se estimar quais fatores sociodemográficos afetam o desempenho executivo e, consequentemente, por quais variáveis se estabeleceriam as normas.

Adaptadores

Victor P. Godoy
Psicólogo. Membro do Laboratório de Investigações em Neurociência Clínica (LINC) da Faculdade de Medicina da UFMG ligado ao Programa de Pós-Graduação em Medicina Molecular. É colaborador da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia (SBNp) desde Março de 2015 e atualmente é Presidente da Comissão Jovem (SBNp Jovem). Tem interesse em adaptação, validação e normatização de instrumentos voltados para avaliação neuropsicológica; modelos neurocognitivos; Neurociência aplicada e básica; investigação da relação entre funções executivas e psicopatologias; e intervenções clínicas baseadas na Neuropsicologia Cognitiva e em Terapia Cognitivo-Comportamental.

Paulo Mattos
Graduado em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1984), mestrado em Psiquiatria, Psicanálise e Saúde Mental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990), doutorado em Psiquiatria, Psicanálise e Saúde Mental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), pós-doutorado em Bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004). Professor Associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Coordenador da Disciplina de Psiquiatria e Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFRJ (2005 até o presente). Pesquisador do Instituto Dor de Pesquisa e Ensino (2011 até o presente).

Leandro Fernandes Malloy-Diniz
Mestre em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da FAFICH-UFMG. Doutor em Farmacologia Bioquímica e Molecular pelo Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFMG. Atualmente é Professor Adjunto  do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina (FM) da UFMG. Pertence ao quadro de orientadores permanentes dos Programas de Pós-Graduação em Saúde da Criança e de Medicina Molecular na FM-UFMG. É orientador colaborador do PPG em Ciências dos Esportes da EEFTO-UFMG. É membro fundador e atual presidente da Associação Brasileira de Impulsividade e Patologia Dual.

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

BDEFS - Escala de Avaliação de Disfunções Executivas de Barkley - Coleção

  • R$ 385,00


Etiquetas: BDEFS, Escala, Avaliação, Disfunções, Executivas, Barkley, Russell A. Barkley, Victor Polignano Godoy, Paulo Mattos, Leandro Fernandes Malloy-Diniz, HOGREFE / CETEPP EDITORA, HTS-5, Aplicação on-line, Plataforma